Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sereia Louca

Sereia Louca

02
Dez19

Portugal é assim

Miss X

Portugal sempre teve aquele complexo de inferioridade de quem já teve meio mundo na mão, mas percebeu que tinha a mão pequena demais para ficar com algo que veio a descobrir ser tão grande.

Desde aí, ficámos carentes de afecto e de aprovação dos maiores, tal como uma criança procura reconhecimento dos adultos ou do irmão mais velho.

O riso após uma piada ou um “bom remate” quando jogamos com os maiores, dão-nos confiança naquilo que é nosso. Portugal é assim: valoriza o que é seu quando alguém de fora lhe diz que é bom.

 

Guilherme Duarte @ 24.sapo.pt

01
Dez19

Que não associem a cozinha ao feudo de ninguém

Miss X

Alberto Soler foi ao supermercado fazer compras com os seus filhos gémeos de 15 meses e ouviu um comentário banalíssimo de duas senhoras que o elogiavam por estar a fazer compras  e assim “ajudar” a sua mulher. Na altura ignorou e não respondeu, mas mais tarde fê-lo no seu blog:

Eu não ajudo em casa, eu faço parte da casa.

E não, eu não ajudo a minha mulher com as crianças porque não posso ajudar alguém com uma coisa que é da minha inteira responsabilidade.

Quero que meus filhos cresçam sem saber se passar a ferro é uma coisa de homens ou mulheres. Que eles não saibam se ir lavar a casa de banho é tarefa do pai ou da mãe. Que não associem a cozinha ao feudo de ninguém, nem o aspirador, dobrar roupas ou arrumar os armários.. Que não haja um “chefe” da casa, e vivam da maneira mais feliz possível.

Por isso não, minhas senhoras, não ajudo a minha esposa com os filhos. Nem com a casa. Estou com eles no supermercado e ando com eles às compras porque são meus filhos e me acompanham onde quer que eu vá. Troco as suas fraldas, dou-lhes banho, levo-os ao parque ou preparo a comida deles não para ajudar a minha esposa, mas porque são meus filhos, é a minha responsabilidade e quero que cresçam com um modelo familiar e uma distribuição de tarefas diferente daquela que as senhoras e eu tivemos.

@ Visão

Pág. 11/11

Aviso à navegação

A autora deste blog não adopta o novo Acordo Ortográfico

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Criaturas marinhas

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D