Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sereia Louca

Sereia Louca

23
Jan18

Haverá outra forma de tecer sonhos?

Miss X

Buyana, a incansável tecedora de sonhos, sentada ao seu tear, esquece as horas paradas pela perplexidade de um relógio avariado, traçando e desentraçando enredos, desfiando finais felizes, urdindo encontros e desencontros, intrigando olhares inquietos que acalma, apenas com a serenidade do seu ser.

Trabalha muito e ela sabe-o.

Haverá outra forma de tecer sonhos?

Post reescrito do original publicado em prettylittlegangster.blogs.sapo.pt

As palavras omissas foram guardadas.

09
Jan18

De encontro à sua foz

Miss X

Lisa, espadachim da ventania, apesar da sua frieza de tempestade, pensa sempre com o coração.

Ar, fogo, água e terra, os quatro elementos que se opõem e complementam numa estranha dança alquímica, rodopiam numa poção de que só ela sabe o segredo.

Nas flores da sua retórica, não sucumbirá à tormenta que a atormenta. Sente-a no seu expoente e deixa-a deslizar pelos seus contornos até que desague no mar, de encontro à sua foz.

08
Jan18

Encaixa-os como estrelas fragmentadas num puzzle feito de céu

Miss X

Pavel, a guardiã da Árvore, é obcecada pelos sentidos que vai encontrando nos trilhos da floresta. Por mais insignificantes que sejam, desenrola-os como um novelo pelo labirinto imperfeito da vida e encaixa-os como estrelas fragmentadas num puzzle feito de céu.

Alguns labirintos têm quatro sentidos, em todas as direcções cardeais - norte, sul, leste e oeste -, outros apenas um. 

O da saída. 

Mesmo que não o encontres.

Post reescrito do original publicado em prettylittlegangster.blogs.sapo.pt

As palavras omissas foram guardadas.

07
Jan18

Saboreia a lógica como um doce que se derrete na boca

Miss X

Guerassime, a inaudível, apesar do seu canto mudo, consegue escutar a Terra e o Mar, encostando o seu ouvido a pedras e búzios. Ouve vozes dispersas, histórias longínquas, risos contidos, choros soltos. A sua maldição é um dedo sobre os lábios silenciados. Não pode contar aos ventos que desalinham os seus cabelos o que ouve, o que sabe, calando-o para todo o sempre, sob o rochedo onde se senta a observar as maresias que as marés desenrolam na sua barbatana.

Observa o mundo sob uma lente matemática, lendo os números naturais e inteiros pelas diferentes ordens e classes, e percebe que até na mais complexa equação tudo é exacto, tudo faz sentido.

A seguir ao 1 vem sempre o 2. Do 10 ao 99 são as dezenas de unidades, e se acrescentar 1 unidade passa directamente para as centenas.

Guerassime saboreia a lógica como um doce que se derrete na boca.

Afinal a Razão tem sempre razão.

Post reescrito do original publicado em prettylittlegangster.blogs.sapo.pt

As palavras omissas foram guardadas.

Aviso à navegação

A autora deste blog não adopta o novo Acordo Ortográfico

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Criaturas marinhas

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D