Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Sereia Louca

Sereia Louca

07
Jun18

Até que ponto a realidade é mais real do que a ficção que se constrói a partir dela?

miss X

O jornalista é visto como aquele que conhece a realidade, que a sabe na ponta da língua.

A sua função é andar atrás dela em busca dos seus mais ínfimos vestígios, seja na vida política, social e económica, sejam acidentes rodoviários ou crimes de sangue.

O escritor, pelo contrário, enquanto criador, é visto como um visionário cuja criação não passa de um artifício narrativo, uma sombra do mundo quotidiano, como diria Platão.

Mas será mesmo assim?

Até que ponto as pessoas que vão surgindo num jornal à medida que se vai folheando existirão mais do que Hamlet, Macbeth ou Prospero? Até que ponto os franceses e russos que combateram em Austerlitz ou Borodino são mais reais do que as personagens de Tolstoi que combatem em Austerlitz ou Borodino? Ou até que ponto a realidade é mais real do que a ficção que se constrói a partir dela?

in Ponteiros Parados

Criaturas marinhas

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D