Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sereia Louca

Sereia Louca

11
Nov19

Schadenfreude e a mãe que abandonou o bebé

Miss X

Os comentários e as opiniões sobre a mãe que abandonou o bebé no caixote do lixo trouxe-me novamente a schadenfreude à memória. Durante anos pensei que a schadenfreude só existia nos livros, especialmente na literatura russa.

Os autores russos têm esta capacidade de diabolizar as emoções das personagens, principalmente daquelas que nem sequer são as vilãs da história, e revelar a humanidade por detrás delas. A humanidade de um ser humano revela-se de várias formas e uma delas é a schadenfreude, o prazer que os seres humanos sentem pela desgraça dos outros.

É uma emoção humana bastante comum, que permite a qualquer ser humano sentir-se recompensado perante a desgraça do outro. Uma emoção estranha, sem freio e indomável.

Uma espécie de vingança não solicitada e aleatória.

A vingança dos impotentes.

4 comentários

Aviso à navegação

A autora deste blog não adopta o novo Acordo Ortográfico

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Criaturas marinhas

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D