Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sereia Louca

Sereia Louca

13
Dez19

The Irishman by Martin Scorsese

Miss X

irish.jpg@ IMDB

Três horas e meia de um filme do caraças.

Scorsese, um dos gigantes da realização dos gangster movies - Goodfellas, Casino - uma vez mais não desilude com um casting absolutamente genial, apesar de envelhecido - De Niro, Pesci e Pacino -, mas os actores certos para uma história que não se deixa reduzir a um cliché mafioso, transformando-o na história de uma geração de homens que deixaram atrás de si um legado de violência a que chamavam simplesmente "trabalho": It is what it is.

Apesar de ser longo não nos deixa cair na letargia de espreitar para o relógio e este filme é tão épico que conta tudo o que há para contar.

Sob a batuta de Scorsese este é um daqueles filmes incontornáveis para qualquer cinéfilo que se preze.

Extraordinário.

08
Dez19

Netfish da semana em documentário

Miss X

@ Broken

Uma série documental de investigação que mostra como a publicidade enganosa e a negligência na produção de bens de consumo podem ter consequências gravíssimas.
 

Broken desconstrói a publicidade enganosa, a fraude na falsificação de produtos e o preço real que o consumidor paga pelas suas escolhas, não só o preço monetário, mas de saúde pública, de segurança e de qualidade,

Cada episódio expõe um produto e as circunstâncias fraudulentas que cresceram em seu redor e como é que a legislação falha ao permitir que certos produtos permanecem disponíveis para compra, permitindo que qualquer pessoa se exponha às consequências e ao impacto que um produto fraudulento possa vir a ter na sua saúde.

Estes documentários poderiam ter ido um pouco mais além com uma perspectiva mais jornalística, com uma investigação mais aprofundada, ainda assim abordam questões para as quais nem sempre estamos alerta.

30
Nov19

Netfish da semana ou a grande soneca

Miss X

Flaked

Quando vi o primeiro episódio não percebi bem o que estava a ver e pensei que lá mais para a frente isto ia dar uma volta qualquer surpreendente. Só que não.

Flaked é um bando de homens choramingas, um bando não, estou a exagerar, apenas dois, que querem ser vistos como uns pobres coitados que não têm sorte na vida, mas que apenas são preguiçosos para fazer algo dela. 

Tudo se resume à visão da adultez (inventei agora mesmo) como um evento dramático e não como algo natural. 

Cada episódio um pequeno grande vazio tragicómico, e é aqui que reside o problema: nem dá vontade de chorar, nem de rir. Anestesia-nos com aquela indiferença chata e aborrecida que nos atira para os braços de uma grande soneca.

 

O melhor desta série: quando Will Arnett despe a t-shirt.

O pior desta série: quando Will Arnett veste a t-shirt.

Aviso à navegação

A autora deste blog não adopta o novo Acordo Ortográfico

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Criaturas marinhas

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D