Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sereia Louca

Sereia Louca

07
Dez19

O yoga tem invertido o espectro da minha inquietude

Miss X

Não me canso de escrever sobre o salamba sarvangasana, um dos meus asanas favoritos, que me tem ajudado a ver de forma inversa. No contrário das coisas tenho visto exactidão na sua dissonância e o avesso voa em concordância.

Neste asana o coração ganha uma nova posição, fica acima da cabeça e a emoção fica também ela pensativa, despertando o kundalini adormecido, a energia primeva que se esconde na base da espinha dorsal.

Espalham os ventos incautos que o salamba sarvangasana abre o visuddha que se acredita ser o centro purificador do corpo que acorda a criatividade para o mundo lá fora.

Se o movimento do meu corpo está a criar um mito dentro de mim estarei então a transformar-me numa criatura mitológica, híbrida, que se recusa a ter uma só natureza, em constante metamorfose, almejando o infinito de uma alegoria.

Aviso à navegação

A autora deste blog não adopta o novo Acordo Ortográfico

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Criaturas marinhas

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D