Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Sereia Louca

Sereia Louca

06
Jun18

Tricoto o tempo em firmamento

miss X

Caminho descalça, marcando pé ante pé pegadas de histórias por contar neste chão que é meu.

Caixas de Pandora, miríades, dispersas em revelações esvoaçantes de futuros previstos, eventos latentes, quedas de impérios e seus czares.

Na constância deste deslumbramento infinito pelas cousas da vida, deixo-me cair, de nudez ajoelhada, perante o que sempre soube estar escondido em cada uma destas caixas.

A curiosidade sempre me vence, réstia de humanidade indiscreta que os deuses nunca conseguirão rasurar desta imperfeição que é só nossa.

Pandora, quando abriu a sua caixa, libertou imprudentemente todos os males do mundo, fechando-a no momento em que a esperança estava a sair, encarcerando-a para todo o sempre.

Eu, todavia, encerro-os no silêncio imerecido da esperança libertada, mero futuro conceptual, do que não farei acontecer. 

Deste novelo de quimeras em desalinho, tricoto o tempo em firmamento.

Apenas três pontos na agulha e já a magia surge em constelação.

Criaturas marinhas

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D